Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sexto Sentido

No teu espirito
És pura sensibilidade
Com educação à vida lhe teceu

Recebes o diploma-és diplomada!
Diplomata!
Teu discernimento te alinha!

E te animas a caminhar...

O arguto na calada da noite...
Desalinha o viés!
Perspicácia que tens,tem bolero nesse trem!
Sabes dançar meu bem?

No pé daquela valsa,falsa,é o que eras!
Não convenceu quando chegou!
Com olhar fingido! comprido...
Olhar de paisagem,de superioridade!

Senhor meu Deus! Meu guia!
Dê-me sabedoria!
Para administrar esses egos!
Que ficaram cegos!

Cheios de ódio
Amargos com mau-olhado
Inveja,olho gordo,sei lá o quê!

Por não saberem amar
A simplicidade da vida
Na beleza da natureza
Das pequenas coisas vividas!

Que a vida nos dá-soberana
Na maneira de existir-sem colidir

Agora que sacudiste a poeira!
Que jogavas embaixo do tapete!
Da mesa da sala de jantar!
Onde guardavas teu lixo emocional?

Ah! Como é bom tirar a sujeira
Das velhas estruturas trameiras!

Falência de orgãos...
Coração em desuso!

Reavaliou do avesso e chorou...
Tirou o gesso de dentro do pé!
Que era falso! E agora descalço...
Reencontrou seu caminho...

Quero te encontrar com o pé na estrada...
Que por onde ias era tudo mentira
Te iludias!

Agora vou dançar sem fingir para mim.

(direitos preservados)
lei-9610/1988-art.184



Vera Martins Itajaí
Enviado por Vera Martins Itajaí em 25/06/2006
Reeditado em 01/07/2006
Código do texto: T182126
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Martins Itajaí
São Paulo - São Paulo - Brasil, 63 anos
43 textos (2366 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:58)
Vera Martins Itajaí