Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A face mais usada

Muitas faces existem
Sob a face mais usada
E elas se observam
Mas nunca dizem nada...
Não se dizem nada
As faces que existem
Sob a face mais usada

Nenhuma delas predomina,
Nenhuma quer ser dominada,
Nem mesmo a que aparece,
Sob a forma de fachada,
É mais do que as outras...
Não se permite liderança
Entre as faces abandonadas...

De grandes combinações
Como o avesso do reverso
De infinitos sabores,
Misturam-se essas faces
E se refletem desbotadas,
Sem vontade definida,
Sob a face mais usada...

E a face que é mais vista,
Que é todas e nenhuma,
Pode até sorrir, brilhar...
Mas entre as faces aleijadas
É sempre densa madrugada...
Há grandes gritos indefinidos
Sob a face mais usada...

Muitas faces existem
Sob a face mais usada
E elas se observam
Mas nunca dizem nada...
Não se dizem nada
As faces que existem
Sob a face mais usada...
Sebastião Alves da Silva
Enviado por Sebastião Alves da Silva em 12/07/2006
Reeditado em 23/11/2006
Código do texto: T192488
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Alves da Silva
Imperatriz - Maranhão - Brasil
687 textos (27272 leituras)
2 áudios (87 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:10)
Sebastião Alves da Silva