Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragmentos

Aos pedaços de destino vou atand’os meus pedaços,
chorados,exaustos,desesperançados, que aos gritos
se diluíram,às cinzas voltaram e voaram aos ventos.
Ventos mansos, levavam outro tanto de fragmentos,
 
alhures talvez meros carentes, em busca de espaços,
cuja melodia d’imortal alcance lhes cubra de laços,
para atar o nó fecundo que unge claros sentimentos,
oh ascese bendita, espera pelos caminheiros lentos!
 
Mas nada era perdido,o poder mágico dos Mistérios,
que apenas vivem e compreendem os seres etéreos,
do céu caía,sacra teia acasalav'os pedaços ariscos
e do aprumo das falhas pariam novos sorrisos ricos!
 
Quand’o horizonte deitava no chão,tud'eram flores
perfumando idéias e mentes grávidas de esperança
ao amontoado de fragmentos, que reluza suas cores
restauradas e reflorescidas do Deus-pai da bonança!
 
O incrível bordado d’estrelas assistia metamorfoses,
que pela fé ressuscitava imensos sonhos d' encanto,
na página virada do imortal destino de tantas fases,
guardião  d’invisíveis amplidões risonhas do Pranto!
 
Santos-SP-13/07/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 13/07/2006
Código do texto: T193108
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:51)
Inês Marucci