Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida e Morte



   Vida e Morte


              Uma semente para alcançar a eternidade.
              Não ter medo a ser escravo da idade
              A cada dia um labirinto a vencer...
              Poder ser rei a cada amanhecer!

              Viver apenas sem temor de morrer
              Pois, o delírio e jamais perecer.
              O futuro é o soberano do tempo
              Somos imortais do infinito!

 
             Alma criada para se eternizar.
             Alma criada para poder amar.
             Alma criada para poder sonhar.
             Alma criada para poder reinar.

             Transcender o próprio cadáver.
             Ultrapassar o desconhecido
             Nascer do solo adormecido...
             Para no ilimitado sempre viver!
                                               
                                                .

                                             
                                               
                                             


                                             
     

                                             
                                             
                                             
                                               
                                         
                                           
                                           
Poeta Mario Macedo de Almeida
Enviado por Poeta Mario Macedo de Almeida em 17/07/2006
Código do texto: T196163

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Mario Macedo de Almeida
Guarujá - São Paulo - Brasil, 55 anos
676 textos (39565 leituras)
3 áudios (248 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:08)
Poeta Mario Macedo de Almeida