Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
 NASCER DA POESIA

 Silencias,sábia
    sabedoria.
 Solene
    sibilas
 palavras
    cintilantes
 ao meu cerábro.
 Sorrateira sussuras.
    simples
    ato,
    simples
    fato.
   Simples
   palavra
   clara
   farta,
   rara.
 Significados,
 Codoficados,
 Decodificados,
 Multifactuados.
 Transcrevo.
 Transverso,
 no meu reverso,
 e emversps
 mostro
 o ato de criar,
 reato,
 redesfaço a sílaba.
 Cruzo,
 abuso do espaço
e desfaço do meu eu
 para entar em outro
 sem perder a sabedoria.
 Eis que brota a poesia.
 o poético,
 a criação.
COSMO
Enviado por COSMO em 22/07/2006
Reeditado em 10/10/2006
Código do texto: T199330

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
COSMO
Iguaba Grande - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (14860 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:21)
COSMO