Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ecos do coração

Mão divina foi voando dos olhos meus ao dia,
deixando fluir energia como u'a roseir'aberta,
céu e terra palpitavam suaves ecos de alegria,
desvendando os becos de uma essência completa!
 
Eis qu'a melodia auroral desaparecia voando
no bronze  entardecido, puxando serenamente
a noite pelas beiras, meu sonho de apaixonado
embalava ecos dispersos num abraço aquecido!
 
A memória do tempo fugidia os sonhos carrega;
compartilhar contigo o seio da noite m'alegra,
camuflando sentimentos ao chuvisco que singra,
cujo eco sonoro com os do meu coração navega!
 
Adeuses caíram no abismo oco de dias passados
e ressuscitaram rasto d'ouro e prat'esquecidos,
recuperando aos meus passos os tons da aurora,
que esperança pari como  flor nua de primavera!
 
Ao meu coração restam ecos do que um dia fui,
pendurados em almos galhos de vida entreaberta,
unind'ao jovem galho tenro o ramo seco que rui,
somando dias às noites,às raízes a ros'infinita!
 
Santos-SP-27/07/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 27/07/2006
Código do texto: T203301
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:28)
Inês Marucci