Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARAÍSO

Aquele túnel do tempo me lançou para longe, para mais além...
pra lá, ou pra cá, ou para onde nunca tinha ido alguém, ou ninguém;
lugar banhado com o sol da nossa mais bela e mais doce esperança,
onde o mais recôndito sonho vem,  fica, domina, sem erro ou tardança!
Ali, vi-me imersa na época eterna da minha maior alegria!
Ali era sempre tão jovem, e tudo era festa, e tão sem nostalgia...
E foi bem ali que encontrei o inencontrável, à espera, num vasto jardim,
sorrindo: um sorriso de eras, tão familiar, tão amado por mim!
Um todo de mim venerado, no olhar de criança, na beleza nua
de fora, de dentro: o segredo da chave que sempre, de mim, fará tua!
E eu disse: isto é um absurdo! E eu sei, todavia, que não é um sonho!
Não é! E enfim eu enxergo, da realidade, o engodo medonho!
Como pude achar que era vida 
viver escondida
da felicidade?
Purgando a ausência da cor, do amor; sofrimento, aguando saudade?!
Entrei neste túnel do tempo que me devolveu a noção, o sentido;
onde te achei, e ao meu céu,  para então, desta forma, ter sobrevivido!
E a luz, e as flores, perfumes, paisagens, aragens, e a tua presença!
Fecho, pois, o túnel, sem volta - é o meu Paraíso! Com a sua licença...

Com amor,

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS. PROIBIDA A REPRODUÇÃO, CÓPIA OU PUBLICAÇÃO SEM A AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DA AUTORA.

Christina Nunes
Enviado por Christina Nunes em 29/07/2006
Reeditado em 26/09/2006
Código do texto: T204550
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Christina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
569 textos (125866 leituras)
8 e-livros (5720 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:38)
Christina Nunes