Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O UNIVERSO DE STEPHEN W. HAWKING


Viajo com ousadia pelo espaço infinito.
Galáxias? Alcanço-as com a mão...
Minha viajem é muito maior que meu grito
que voa e ecoa
em busca do big-bang, o momento da criação!

E assim sigo buscando o entusiasmo do meu próprio passado,
como uma nave imaginária nesse espaço-tempo,
minha alma liberta, coração apaixonado,
canto pela vida cada nova viajem que invento.

Meu poema vai compondo uma "Breve história do tempo",
como observador viajante, o poeta, o elétron e o seu amor.
Canto divinamente saboreando o correr do vento
feito o uirapuru ou o beija-flor:
pairam no ar, exibindo-nos seu dom superior.

De estrela em estrela vou estrelando meus filmes.
_ imaginando imagens,
seres ornamentais,
personalizando coragens
das criaturas sobrenaturais,
idealizando vantagens
dos segredos universais.

De galáxia em galáxia vou galopando no poema:
_ originalizando os versos,
aprisionando os planetas,
equacionando enigmas reversos
e ajustando as lunetas.
Elimino os humanos dispersos
que se desvencilham das tetas.

Oh! Deusa do meu destino Universal
minha rainha e musa: Liberdade!
Ilumina-me feito um candelabro, sem brilho ou ritual,
dá-me o direito de decidir meu futuro - a relatividade!
Assim como zelas pela história humana, até o final
clamarei pelo teu nome: razão e verdade.
Assim como jorram partículas do momento inicial,
decifrarei o elixir da vida e a eternidade.

Viajo quase que espontaneamente ao elemento passado
onde a origem de tudo foi soberana - sublime chama!
Vejo o universo, seus acordes, suas luzes, lado a lado,
embriagando-se na evolução - eterna trama!

... e assim despe-se a vida,
lentamente
e deita-se em labirintos profundos
a lógica indomável da morte.

Porque é tão indecifrável e bela
A fotografia das galáxias?

Por que o destino das estrelas está nas mãos de Deus?
Haverá solução para os homens,
compreensão para os poetas e tradução para seus versos.

Que a Poesia continue reinando absoluta ou à sua sorte:
expandindo... e evoluindo,
protegendo... e prevendo,
admirando... e amando.

Somente o labirinto das nossas palavras compreendem a verdadeira razão da existência dos mundos!

...superando a expectativa da contração
e do contrário do universo!


Homenagem a Stephen W. Hawking
by Wildon
(18/06/2006)
WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 18/08/2006
Código do texto: T219697
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILDON LOPES
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
269 textos (14457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:45)
WILDON LOPES

Site do Escritor