Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No silêncio da solidão....

No silêncio permaneço
quieto..
pensativo...

Constantemente sou arrebatado
(como sempre...)
por esses sentimentos....

Entrego-me sem receios...
é intrínseco
à natureza minha...

repouso em teu regaço...
na brisa fria que adentra
pela janela....

beija-me constante e docilmente...
refaço-me....
André Ícarus
Enviado por André Ícarus em 04/09/2006
Reeditado em 04/09/2006
Código do texto: T232653
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Ícarus
Recife - Pernambuco - Brasil, 38 anos
197 textos (20702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:14)
André Ícarus