Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema-Ígneo

Uma serpente de fogo
visitou-me sob os ditames da noite:
enquanto eu dormia ela cantava,
e me dizia que acordar
é um sonho lúcido,
onde a alma é devorada
pela serpente alada de luz,
que bota um ovo de ouro,
de onde nasce uma nova criança
cujo coração pulsante
é um poema-ígneo escrito
com uma espada flamígera...
ErlKoenigKunstler
Enviado por ErlKoenigKunstler em 13/09/2006
Código do texto: T238996

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Carlos do Carmo Guimarães, www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErlKoenigKunstler
Santo André - São Paulo - Brasil
74 textos (3066 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:58)
ErlKoenigKunstler