Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Descalço do mundo

 
O mundo é um calçado que não me serve
Calçá-lo causa-me aperto na consciência
Calos tornam sôfrego o prosseguir de meu entendimento
Tomo como linimento o descalçar opressivos sistemas
Livro-me das bolhas — tão pequenas —
na dor a suportar de um corpo amorfo
nos passos de meu caminhar
 
Descalço quero morrer
Talvez nos Elísios o rosto empalidecido
tira-me do esquecido, ao menos as pegadas
de quem o sentido,
andou cego a procurar
 
Quem no ardor de prosseguir
não olha sua dor que para trás ficou,
abraça pesada brisa que aos seus olhos acarinhou
 
De tanto e por tanto dos muitos que não vivi
Nas impróprias horas que a mim nada disse,
O mundo é só uma ideia que se tem do mundo,
mesmo que nele não se queira pensar
Olho pra ver se vejo algo
palpável assim como meus olhos fechados
 
Dei-me conta de que tenho uma eternidade
guardada em meu bolso
Assim como um chá de jasmim
tão mais do que um reino —
mero reino — sem Alices maravilhas
na espera de um dia sem fim

leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 22/09/2006
Reeditado em 29/01/2014
Código do texto: T246352
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
199 textos (8378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:42)
leandro Soriano