Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Requiém Dos Mortos

Meu corpo agreste
Da alma que fugiu
Meu corpo celeste
Na contramão do rio.

Correnteza da paz
Fortaleza que esvaece
Pensamento fugaz
Neste rio aparece

Na margem a flor
Crisântemo seu nome
Na mão do monsenhor

No júbilo de Orfeu
Que a terra come
O homem que morreu.
Hector Tadeu
Enviado por Hector Tadeu em 24/09/2006
Código do texto: T248539
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hector Tadeu
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
15 textos (875 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:44)
Hector Tadeu