Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



ARESTAS



As arestas da minh’alma
Voltarão para serem lapidadas
A vida metafísica nada calma
Deixou sequelas para serem superadas

Sonhei sonhos de mistérios
Voei mais alto que o Himalaia
Mas …os Anjos mostram os critérios
Voltei a andar na deserta praia

Fui para muitos, insuportável,
na peregrinação da nossa vida
Vou voltar para ser amável,
aprender paciência com a lida

Não se volta com memórias
Se assim fosse, não teria arestas
Continuarei a minha história,
até aparar minhas muitas frestas

Malubarni
Enviado por Malubarni em 01/10/2006
Código do texto: T253807

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118441 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:41)
Malubarni