Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRITOS NO AR

Como possuir a essência
Do corpo e da alma,

No sonho sussurrado ao vento;
Se és aventureiro de outras galáxias
Perdido entre as entranhas do destino,
No tempo do ocaso ao sinal do amor...

No encontro prateado da lua,
A lava ardente e fogosa do sol
Em delírio luminoso da dor...

Vagueia coração, desperta
Na miragem, inocência da manhã...

Gaivota que voa gritando no ar
Enlouquece o paladar da flor,
Quebrando a corrente entre a vida e a morte;
Ilusão da marisia no suspiro do ar
Que na boca do mundo, invocam os santos
Deixando de lutar pela magia do prazer...

Raio do começo do entender
Abrindo espaço, tal pureza d'água;
Sem olhos queimados no cântico do mar,
Nem noites alucinantes na praia da solidão...

Estrela silenciosa na esperança do além
Que cai por terra em grossas nuvens de pó,
Crepúsculo carinhoso e afagos de amor;
Perdidos em constante tensão
De murmúrios dos sonhos misteriosos
Da paranóia ao orgasmo que evade
Nos segredos do ser universal.
================================================
(FAÇA UMA VISITA NO MEU SITE

http://afonsoecris.ubbihp.com.br

http://massajovem.zip.net
Afonso Silva
Enviado por Afonso Silva em 09/10/2006
Reeditado em 13/10/2006
Código do texto: T260215

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Afonso Silva
Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil
402 textos (141715 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:01)
Afonso Silva