Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu último dia na Terra

No meu último dia na terra
vão chover luzes prateadas
vão saber quem não erra
vão caber vidas marcadas
vão subir comigo, fadas
só que não vão abrir
São Pedro pode não existir
E também não vou cair
Só não vou mais coexistir
Aqui dentro da Terra
De quem não erra

No meu último suspiro
Vou perceber que ainda respiro
Trago ar divino
Consigo ser meu destino
É eterno que aspiro
Em aurora me desatino

No meu último pensamento
Vou dormir desatento
Vou desconhecer o tempo
Vou esquecer o vento
Já sei o que sou por dentro
Um emaranhado de vermes
Que não consomem minha alma
Já sei como me aguento
vomito milhões de germes
Choro que me acalma
Gustavo Luiz Martins Oliveira
Enviado por Gustavo Luiz Martins Oliveira em 12/10/2006
Código do texto: T262557
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Luiz Martins Oliveira
Santo Antônio do Monte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
132 textos (3758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:25)
Gustavo Luiz Martins Oliveira