Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os lares dos poetas.




O centro do espaço sideral
Não governa o oxigênio
O fundo do mar profundo
Não governa o oxigênio
Maravilhas de mundos diferentes
No comum da minha sedução
Que em voz dos sonhos...
Trilhá-los seria o cumprimento
Do desejo eterno.

Indo ao paladar aguçar-me
De ponta cabeça  a girar
No ar,  na água, na fantasia.

Que jeito de ser, será...
Do outro lado que não sei?

Meus braços
Por maiores que fossem
Não abraçariam
Esses dois mundos juntos
Mas, só por uma questão demográfica.

O divagar interno
Num pico de montanha
Os olhos e o corpo
Na dimensão do tempo
Alma de poeta
Sem segredo
Deixa-me viajar...
No espaço longínquo do espaço
No fundo do mar profundo
Com todas as naturezas
Alinhadas e transcendentes
Em mim.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 12/10/2006
Código do texto: T262689
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26288 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:20)
Condor Azul