Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ser

                             Ser

Eu quero te falar e mostrar
o ciclone. Um vento forte,
vindo de abismos profundos,
que leva minha alma de vagabundo.

Leva-me em seus braços para o sol,
Uma estrela, uma luz de brilho intenso.
Que não está tão perto, está no centro,
no infinito desta casca que, penso, sou.

Falar da chuva e das tempestades.
O orvalho que rega o espírito
adubando-o de amor e esperança.
E dos horizontes abertos da eternidade,
também das negras nuvens, o céu carregado.
E dos arco-íris sorrindo como na infância.

Falar da energia contida nos relâmpagos
que rasgam as mentes fechadas
e dão vislumbres de consciência.
Do ninho das águias, do abrigo dos lobos.

Sobre o mar, as grandes águas,
as multidões que vão e vem,
impulsionados pelos ventos,
em eternos movimentos,
da vida , da terra mãe,
em direção, em torno e ao redor
de si mesma e da luz maior.

Das florestas, dos rios e cachoeiras.
Da deusa, mulher, cabelos e veias,
que mesmo estuprada constantemente,
continua virgem para seus amantes.

Sou você e todos somos.
Aqui estamos como eleitos, para amar.

Zion Freire


Zion Freire
Enviado por Zion Freire em 25/10/2006
Código do texto: T273143
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zion Freire
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
65 textos (2562 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:12)
Zion Freire