Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidões povoadas

Este mundo povoado de solidões se encontrando
nas brechas d’inexprimível silente severidade,
oh mansuetude abençoada,que de paz nutre tudo
na calmaria do Bálsamo perfumado de felicidade!

E se alguém quiser ir às estrelas,basta abraçar
as mãos mais próximas que lhe sorriem, pensando,
sonhando co’alma amiga a andarejar e esperançar,
nunca um eremita,apenas uma nuvenzinha meditando!

Sentimentos tal atalaias eternos,errantes guiando,
vão transfigurando as solidões em multidões de fé,
que de conselhos silentes,a coragem vão sorvendo!

O avizinhamento mata de nossa terra o tom lívido,
carente de harmonia cósmica e mesmo contramaré,
borda-se um sonho e de amor constela-se o mundo!

Santos-SP-01/11/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 02/11/2006
Código do texto: T279856
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:43)
Inês Marucci