Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTA

"sim, dir-te-ei a tua sorte"
falou-me a Cigana, sorrindo;
e com o seu indistinto porte
ela fez-me ficar ali, ouvindo.

"tire uma Carta", disse-me Ela,
estendendo um Baralho estranho;
mas um Outro vulto, de sentinela,
mostrou os dentes num arreganho.

a Zíngara se assustou com o Intruso,
derrubando todo seu Baralho no chão;
olhei eu aquilo tudo ficando lá difuso,
então resolvi me escapar da confusão.

não sei que Carta eu teria tirado,
mas, acho que seria a do Enforcado.

Moacir et Selena 2003
brilhe a vossa LUZ!

alea jacta est funest
Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 06/11/2006
Código do texto: T283473

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71178 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:15)
Moacir et Selena

Site do Escritor