Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pequeno Cofre de Ilusões



Não há mais tempo para retumbantes metáforas, sejamos objetivos,
O Sol brilha, o fitamos ou o aprisionamo-lo em nossa alma,
Mas de tudo somente um fato segue exangue: o Sol brilha.

Ah pudéssemos, somente ver o Sol brilhar, somente olhar...
Oh se fosse possível unicamente sentir, vaziamente sentir, impassivelmente...
Mas não! Sempre pomos lágrimas e sorrisos onde só há o Sol exclusivamente,
Sempre adicionamos tristeza ou alegria onde só existe luz!

Porém tentemos, ainda é tempo!
Comecemos por rasgar as páginas da imaginação,
Incendiemos nosso espírito, depósito de velharias
E respiremos fundo! O Sol permanece lá fora!
Tudo é possível quando o impossível é exorcizado dos nossos corações.

Quantos arvoredos permanecem inexplorados!
Quantas esquinas desconhecidas da cidade onde nascemos e morreremos!
A vida é somente (gosto um bocado desta palavra!) isto.
Esqueçamos a Bíblia por uns dias e procuremos ler mais outras... fantasias,
Afinal de contas, sejamos objetivos!
O tempo é o espaço que vai entre dois beijos e duas contas de luz.



        Aracati-Ce., 10 de junho de 2005

[Ao som de “Carmem” de Bizet]


André
André Breton
Enviado por André Breton em 27/11/2006
Código do texto: T303048

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Breton
Aracati - Ceará - Brasil, 31 anos
60 textos (11778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:49)
André Breton