Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Borbulhante

Os desejos que de mim afloram
Descem da pineal como águas torrenciais
Como cachoeiras, vertentes
Como eflúvios arroxeados
Querendo de mim apenas
A permissão para vir a ser
Instrumento dessa magia!

Não posso mais recuar...
Sou portal de comunicação,
Evolução, inspiração...
Sou puro Id!
Não sou o quero ser!...
Sou o que sou, sou borbulhante...
Sou vida, sou eterna,
Sou vibrante.
Irradiante.

Quem um dia puder me compreender,
Verá que a cada instante,
Deixo de ser eu, pra ser você...
Pois sou do tempo, viajante...
Alma em luz prateada,
Força lunar, embriagante!...
Não morrerei, sou uma constante!
Sou o que sou, sou borbulhante...

















Cláudia Gisele
Enviado por Cláudia Gisele em 28/11/2006
Código do texto: T303874

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Gisele
Olinda - Pernambuco - Brasil, 37 anos
15 textos (740 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:27)
Cláudia Gisele