Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eterno...


        Eterno...

Que é ou vem a ser isso?
Ainda pobres em sabedoria...
Logo pensamos em Tempo
Tempo Eterno, sem começo.
Infinito... Não tem fim!
Deslizando numa esteira...
Alegre é tapete que voa
Carrega todo o Universo
E dentro dele as pessoas
Que tristes param o tempo.
Infelizes param pra sempre!
Na memória volto princípio
Do meu tempo inconsciente
No ventre da noite dura
Dormi meu sono de pedra
Na deserta noite escura
Em pesadelos seculares
Minhas raízes embrenharam
Em garras de muitas feras
Por outro tanto de eras
Aos poucos crio juízo
E aprendo a substituir
Os pesadelos por sonhos
No sonho que vivo aqui
Pegando carona no tempo
Que eternamente voa
Nas asas do pensamento

Marilú Santana – 09/07/2005
Marilu Santana
Enviado por Marilu Santana em 09/07/2005
Código do texto: T32466
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilu Santana
Paulista - Pernambuco - Brasil
204 textos (37058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:44)
Marilu Santana