Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ficção, prelúdio, manhãs


Ciano deletério
Sulcam passos terminais
Por sobre areia movediça
Velando germes
Estancando inevitável

Consciência permanente
Rente olhos vagos
Vaso à lembrança
Abraço noite
Feito criança

Acordo seco
Fá-lo ser dia
Alumia inútil manhã
Tardia
Qual amada

Inclinam-se pinheiros
Arfam rumores
Fulgor laminado
A lei passada
a fio
Corta-me noite dia

Caminho só

Para só

Não ter que retornar
leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 17/07/2005
Código do texto: T35194
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
199 textos (8370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:51)
leandro Soriano