Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÉLULA FOTELÉTRICA

Há fragmentos de mim,
arrancados da minha’aura,
que guardarei na gaveta.
E quando eu me faltar,
num futuro bem distante,
eles me ressuscitarão em preto e branco
espalhados sobre a celulose morta
como se fossem a parte ausente
que guardei atrás da porta
para um dia completar a minha ausência
e confortar quem a suporta.
JOSÉ SOUSA
Enviado por JOSÉ SOUSA em 25/07/2005
Código do texto: T37689
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ SOUSA
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 53 anos
63 textos (5911 leituras)
2 e-livros (119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:26)
JOSÉ SOUSA

Site do Escritor