Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Melancolia salutar

A melodia com notas agudas
Quer povoar todo este ambiente
Compõe um som das veias oriundas
Traz à memória verde inconsequente

Do homem feliz e triste como gente
Que se compraz sem pedir nada
Apenas ouve e sente a pauta da vida
Musicada que vem d’águas profundas.

O violino corta de repente
Choro entalado de lágrimas dadas
As notas perpassam como pontes
Células dançam eletrizadas

Sua alma magnetizada fica em transe.
E o amarelo da terra move quente
Tudo se dá de forma intensa
Ah! Como vive e tece cada instante

Rebobina suas reminiscências
Saudade em dó maior de suas vidas.
Que não há como aferir dessa essência
A nau parte, já é hora de tentar

Conhecer outras cores não puídas
Seria o arco íris em transcendência?
A compor a moldura do caleidoscópio
Pelas rotinas marrons amarradas.

Que não se depura pelo telescópio
Sentimentos que dão à partitura
A vibrar pelos tímpanos como ópio
O frenesi se dá em sua estrutura

Paletas coloridas da pintura
D’uma melancolia tão salutar.

Respiração das estátuas
Muito além das miragens
Envelope treme na espátula
Falam no silêncio das imagens.

Murmuram palavras ainda...
Mesmo quando elas cessam
À espera do toque biangular
No fascínio que se descortina

Tempo tu, perpendicular...
Ela, como ninguém, sabe lhe tocar.
Como uma distância muito ensaiada
Como outra vertente que paira no ar...

Afetos mútuos compartidos
Sentimentos agora transformados
Em inteligível paisagem audível.
Perfeito! Presente enriquecido.
Tendo então recebido ... Requer reverência!
Para que a todos se dê ciência
Por estes dois intérpretes.

Duo: Fall & Hilde
Navegando Amor
Enviado por Navegando Amor em 18/09/2012
Reeditado em 19/09/2012
Código do texto: T3888364
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Navegando Amor
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2059 textos (83540 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:24)
Navegando Amor