Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA

Voa, alma cansada
Pergunta pelos teus sonhos
Pelos teus ideais, desvencilhados
Atado está o teu destino
Num corpo desvanecido
Extinguido e exilado, mas não morto
Voa alma, voa...
Porque tens vida, tens asas
Tens lugares em ti que a tristeza desconhece
Tens caminhos recônditos
Onde a inércia do mundo
Ainda não te pode afetar
Vai alma, clama por teus amores
Ignora por ora as dores
Que ainda persistem em tí
Eleva-te à altura das nuvens
Pois elas sim te podem dar
Águas límpidas e edificantes
E o teu corpo impuro
Então poderás lavar.
Paulo Osorio
Enviado por Paulo Osorio em 25/08/2007
Código do texto: T623707

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Osorio
Campinas - São Paulo - Brasil
74 textos (4909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:17)
Paulo Osorio