Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTRE CAMÕES, EÇA E FERNANDO PESSOA.

ENTRE CAMÕES, EÇA E FERNANDO PESSOA.

Vi-me entre eles e os números.
Na sala e sobras do revelion.
Não pulei sete ondas, não brindei o novo.
Lendo Eça, entendendo Camões.
O novo me faz melhor.
Na ceia de frutos do mar.
Devaneio, sorvendo umcálice de vinho
Mudar o curso das águas e te amar.

Na sala de lembranças passadas.
Três Portugais refazem rotas.
As margens do rio Tejo, porém.
Estão ao pé dele, sem além.
Camões  "Os Lusíadas" navegado.
Eça traz  "Basilio" no peito.
O rio tão corrente na aldeia.
Que Fernando Pessoa permeia.

O ano novo foi velho pra mim.
Nem o mar  fui mostrar pra você.
Vou colher uma rosa, um jasmim.
E levá-la comigo ao jardim.
“Eça Pessoa” que urge mudança.
Tem Camões e sua esperança.
O futuro em novo conceito.
Quer  seus olhos  alem do alem Tejo.
Honorato Falcon
Enviado por Honorato Falcon em 02/09/2007
Reeditado em 19/05/2016
Código do texto: T635684
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Honorato Falcon
Santos - São Paulo - Brasil, 71 anos
140 textos (3044 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 16:57)
Honorato Falcon