Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poder do teu mito

Tem a ver com algo em mim

Nesse meu desecontro

No meu desespero sem fim

 

A imponência do teu respeito

Tem a ver com o meu medo

Nesse levedo que é tentar me libertar

E tentar novamente ser feliz

 

Quando desconte me vejo, me encontro com o meu motivo

E me inibo

Nesse meu castelo de perguntas

Que por dentro  com elas me mudas e me pões no meu lado B

 

Então eu rego as minhas rosas

E sigo na velha estrada

Já que os troncos que se prostam à frente nossa

São para mim, apenas sombras de árvores alheias

 

Se Deus é Deus, é Deus porque não se pensa

Nem se lamenta

Não se ausenta

E também não se mostra

 

Por isso, quando me dizes que és

Eu sei que nunca serás

Quando me dizes que faz

Sei que nunca fizeste

 

O poder do teu mito

Tem a ver com algo em mim

Nesse meu desencontro descontente

Que me leva a caminho do fim

www.oscarcalixto.prosaeverso.net
Blog Dois Pernods
Enviado por Blog Dois Pernods em 03/09/2007
Reeditado em 08/09/2007
Código do texto: T636521

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Blog Dois Pernods
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
166 textos (22568 leituras)
7 áudios (3437 audições)
7 e-livros (336 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 06:42)
Blog Dois Pernods