Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO REDOR DO MUNDO

Ao redor do mundo
vejo pessoas correndo de um lado para outro numa ânsia louca
em dar sentido às suas existências.
Percebo-as inteiramente perdidas entre os estereótipos ditados pela mídia,
e pelos ditames da razão.
Por um ângulo de visão limitado, seu desamparo é total.
Contudo. Humildade não é uma atitude recorrente entre os homens.
O domínio da razão fez do homem a si mesmo deus.
Então de sua deificação “mantém tudo sob a mais perfeita ordem.”.
Grandes sociedades, alta tecnologia e
curas de doenças que beiram um “milagre”,
Enchem de orgulho seus corações.
Porque pensar em um soberano ou numa vida após a morte,
se é que existe esta possibilidade.
O que verdadeiramente importa é o aqui e agora e nada além.
Desfrutar de um mundo tão prazeroso e poderoso?
“Todos os caminhos levam a deus.”
Assim o mundo se sustenta num puro antagonismo.
Em seu olhar vejo nitidamente a presença do medo, da angústia,
da solidão, do desespero!
Quem sou eu? Qual a razão do meu viver?
Para onde vou?
E as pessoas ainda caminham como que perdidas, embaladas pelo “doce”
e inebriante som de tudo aquilo que na vida material se pode alcançar.
Por mais que a humanidade “evolua”,
estas inquietações sempre estarão presentes no seu imaginário, pois
onde quer que a humanidade se encontre na linha do tempo, ela é sempre
a mesma, buscando respostas “novas” para as mesmas perguntas.
Olho ao redor do mundo
e vejo uma esplendorosa e gigante humanidade
que grita!
Grita silenciosamente...
Por algo que transcenda a sua pequenez, que ultrapasse todos os
limites deste universo, algo que  o organize e o sustente.
Esse algo se pode chamá-Lo de...
Eu... eu chamo de DEUS.
Lendo as entrelinhas
Enviado por Lendo as entrelinhas em 15/09/2007
Código do texto: T654326
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lendo as entrelinhas
Dourados - Mato Grosso do Sul - Brasil, 47 anos
70 textos (8556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:39)
Lendo as entrelinhas