Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Umbrais

Quem experimenta a vertigem da Queda
Nunca mais caminha a passos firmes
Na trágica hora em que os anjos se tornam traidores
E os demônios nascem de nós mesmos
As madrugadas envergonhadas se platinam com nossa tristeza
E cerra DEUS as Suas pálpebras
Pelos momentos que não voltam
Pelas palavras que nunca serão ditas
Pela esperança que morre após lenta agonia
Lágrimas quentes por corações frios
O Vazio é o Deus Vivo em nós
E não há flores em seus altares.

Em algum lugar as Sombras riem complacentes
Pela gentileza da névoa que tenta nos poupar de ver
Os selos foram postos nos livros do Destino
E os Mensageiros aguardam em silêncio respeitoso
Nada havia a dizer porque tudo fora dito
E a lágrima é só um outro cálice amargo dentre tantos que já foram derramados

Os portais abriram-se e fecharam-se
Mas a estupidez dos homens os impediram de ver...
Lady Loen
Enviado por Lady Loen em 01/10/2007
Reeditado em 01/10/2008
Código do texto: T675956

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Loen
Taubaté - São Paulo - Brasil, 41 anos
110 textos (18716 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 22:40)
Lady Loen