Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                      Diálogo impossivel


                           Múrmura, inefável
                           Morre a tarde
                           Ao som da cantata vesperal

                          Debalde o tempo covarde
                          Pela janela vasculha
                          Em busca da última fagulha
                          diurna, roubada em plena tarde...

                          contrafeito, debulho
                          Em soturno eito um  resto de orgulho
                          Que se perde na noite,
                          Irreduível
                          Em suas tranças de graúna,
                          Tecidas que foram na espessura
                          Deste silêncio imprevisivel...  
                        
                          
                          
                          


                                          
                          
                           
Teca
Enviado por Teca em 01/10/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T676341

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1127 textos (123429 leituras)
5 e-livros (1480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:24)
Teca

Site do Escritor