Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

espelho, espelho meu

não sei se rio um pouco
ou se choro muito
se rio demais
ou choro de menos
ao menos não anuncio
a minha espingarda
contra mim lá no céu
que não existe mais nada
do outro lado do céu
beleléu, beleléu, beleléu
alu alubel belalu
que ficou lá pra trás
enxovalhada a qüalhada
arde demais, arde menos
ar demais, ar de menos
alu-ar, ar-alu, raralu
me sinto vazio de mais
como uma bola de gás
vou flutuar
caio mais, subo menos
e, a rigor,
tanto faz...


Rio, 07/11/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 02/10/2007
Código do texto: T676903

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6776 textos (146868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:58)