Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSTANTE

Na prateleira, instante vagabundo

Penso, viajo, me perco no mundo

Mundo ingrato, enciclopédia perdida

E o homem ainda se pergunta: qual o sentido da vida?

 

No dicionário, vejo a errata

Cada um qual, muda-se o dialeto!

Mundo globalizado e escravizado

Mundo fechado no seu “eu” predileto

 

Tropeço nas rimas e sigo adiante

Mesmo que nos livros da minha estante

Não exista definição

Que explique o que há no meu coração!

 

Confuso, até pareço

Mas com ouvido profundo, pra quem tem

As minhas palavras nunca terão preço

 

Quando se julga, julgado é

Mas não se importam com o fim

Pois escolhem mais o não do que o sim!

Luciano Becalete
Enviado por Luciano Becalete em 05/10/2007
Reeditado em 05/10/2007
Código do texto: T682414
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Becalete
Mogi Guaçu - São Paulo - Brasil
463 textos (211181 leituras)
24 áudios (12977 audições)
1 e-livros (539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 08:25)
Luciano Becalete