Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO

Vejo o relógio na parede.
Tarde vão as horas a passar...
A cada volta do ponteiro,
Passa o tempo com mais vagar...

Tempo, esse déspota
Que nos sucumbe na demora.
Cria em nós desesperança,
Levando pra longe a alegria
Nossos belos dias da infância.

Passa o tempo devagar...
Enganando os pensamentos.
E, quando nos damos conta,
Quantos anos, quantos tormentos!

Passa, ó lenta caminhada.
Passa, ó rio corrediço.
Busca, no lume do tempo
A luz da minha lembrança,
Os tempos, que em criança,
Não me dava conta de quão lento!

Vai, dono das areias,
Dos desertos ventosos.
Vai. Engole os meus dias.
Mas não tires de mim
Os meus tempos mais zelosos.

Deixa em mim um resquício
Uma sombra que seja... um mimo.
Para que quando me busques, enfim,
Ainda tenha vivo em mim
O meu sonho de menino.

Daniel Amaral
28/05/2007
Daniel Amaral
Enviado por Daniel Amaral em 07/10/2007
Código do texto: T683899
Classificação de conteúdo: seguro

Áudio
TEMPO - Daniel Amaral
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Amaral
Vitória - Espírito Santo - Brasil
64 textos (4380 leituras)
55 áudios (4040 audições)
1 e-livros (10 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 21:08)
Daniel Amaral