Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU(L)

                    O invólucro onde guardo minh'alma se abre...

                          Venha-me o céu, pois preciso voar.

                   A esse veículo limitado a quem chamo de corpo,

                               Somente o apodrecimento.

                                        Minhas asas!

                       Ei-las soberanas sobre cabeças mortais!
Paulo Osorio
Enviado por Paulo Osorio em 08/10/2007
Código do texto: T685898

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Osorio
Campinas - São Paulo - Brasil
74 textos (4906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:50)
Paulo Osorio