Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Majestosa Morte


Tranqüila vem a Majestosa Morte
Semeando dores e colhendo inúmeras flores
Com um rio de prantos pelo caminho a segui-la
E infinitos buquês para gracejá-la

Às vezes para causar espanto
Sua imagem se desfaz em borboletas
Ou envoca um antigo e lindo sonho ao cantar
Para o encanto de quem irá escutar

Olhos enigmáticos de profundos abismos
Insondáveis mesmo assim fascinantes
Trazendo-nos os mistérios incessantes

Do súbito susto ao real entendimento
Guia-nos para os místicos caminhos
Que livres iremos percorrer sozinhos...
Chronos Sigdhara
Enviado por Chronos Sigdhara em 14/10/2007
Código do texto: T693373
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chronos Sigdhara
Gama - Distrito Federal - Brasil, 34 anos
91 textos (2218 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:35)
Chronos Sigdhara