Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FIM DO TEMPO

Morreu o tempo e libertou-me a alma
Agora, livre, vou viver a vida
Cicatrizar pra sempre essa ferida
Apreciar, do mundo, toda a calma.

O tempo é findo e com ele a pressa
A noite, o dia, nada mais tem hora
Podemos ter o nosso encontro agora
E a eternidade pra fazer promessa

Não há mais tempo, nem há ansiedade
Não há mais quando, se tudo é constante
Tudo é possível dentro de um instante
Até um sonho pode ser verdade.

Adeus ao tempo: finalmente, a glória
Há de encontrar-me em corações aflitos
Dos quais não posso mais ouvir os gritos
Nem lamentar o fim da minha história.
Everton Falcão
Enviado por Everton Falcão em 28/11/2007
Código do texto: T756902
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Everton Falcão
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
138 textos (8930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 03:27)
Everton Falcão