Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA PROFUNDO

Num quarto escuro de teu coração,
existe muito de mim
e em minhas mãos há uma vela acesa,
para que não me esqueças,
nem me sintas, como numa ilusão.
Para que saibas...
que vim dos tempos sem compreensão,
de círculos luminosos,
cuja forma tem a origem,
na essência do amor
e que trago o céu,
na postura terna dessa admiração.

E em toda a minha absoluta existência,
há a impressão da poesia
e o bailado dos ventos...
também tem o cheiro do mar,
a presença do sol
e das montanhas herdei,
a riqueza dos silêncios.
Entretanto, minha alegria
é consciente da medida de tua composição.
Nela vejo a sensação do tudo
e a particularidade do nada...
Vejo retornos,
caminhos que transportam vidas,
sementes de espíritos
e frutos incandescentes de almas.
         
Fim desta, Cristina Maria O. S. S. - Akeza.
Akeza
Enviado por Akeza em 10/12/2005
Reeditado em 03/06/2013
Código do texto: T83732
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403235 leituras)
59 áudios (108005 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:34)
Akeza