Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA MANOEL DE BARROS


NEBULOSO

agarrei uma aurora

roubei-lhe todos os azuis

o dia desazulou-se.



CONFUSÃO

algumas borboletas são estranhas

pensam que são flor

e esvoaçam pétalas.



INSUSTENTÁVEL

caí de uma nuvem:

era feita de sonho.

não tinha consistência.




ANOITECI

tentando fugir do meu ocaso

embrulhei-me, sem querer,

no manto da noite.



AUTO-ESTIMA

descobri que me amo.

saí por aí

chorei a falta de mim.



DÚBIAS

aspirei o sopro da noite:

engoli meia dúzia de palavras.

tinham gosto de dúvida.





Sonia R
Enviado por Sonia R em 01/03/2006
Reeditado em 11/03/2006
Código do texto: T117358
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia R
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
982 textos (107023 leituras)
3 áudios (802 audições)
3 e-livros (478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:09)
Sonia R