Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETRIX EM QUATRO TEMPOS

I
As pétalas do dia
se abrem
e perfumam o instante fugidio.

II
As borboletas do tempo
se eternizam
no vôo do efêmero momento.

III
Os grilos da madrugada
ecoam o silêncio
de estrelas tangendo o nada.

IV
O arco iridescente
se derrama em cores
de eterno presente.
José de Castro
Enviado por José de Castro em 23/06/2006
Reeditado em 29/12/2006
Código do texto: T180783

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
2254 textos (673390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:20)
José de Castro