Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" A QUE DEVO A HONRA ? "

Eu sempre quiz um dia poder ser cordial
Entao estou aqui pra agradecer a todos
O motivo do meu alto astral

Obrigado a todos que passaram por aqui
Pra xeretar, ler,se inspirar ou
suspirar

Obrigado a meus amigos pela força
pela confiança
pela persistencia
pela perseverança

Estou aqui agradecendo a todos
que hoje fazem parte deste numero
QUATRO MIL LEITURAS
com direito a muitas frescuras

Quatro mil é pra quem pode nao pra quem quer
quatro mil não é o numero da besta graças a Deus
Quatro mil é o numero da felicidade
Numero da sorte
Numero de Zeus

Quatro mil, que humildade
que loucura, que criatividade

Quatro mil curiosos
quatro mil amigos
quatro mil inimigos
quatro mil amores
QUATRO MIL LEITORES

E venho perguntar lhes:
A que devo a honra
logo eu uma mera amadora
uma pobre sonhadora
uma apaixonada escritora

Agradeço em pé
Agradeço de coraçao
Agradeço a voces
Meus irmaos

Valeu a pena as noites
As madrugadas
as dores nas costas
devido a incontaveis horas sentada

Valeu a pena o amor
Valeu a pena as paixoes
Valeu a pena os foras
Valeram a pena os perdões

Agradeço a todos aqueles que mesmo nem imaginando
Serviram de inspiraçao a mim para voces a poesia continuar mostrando....

Hoje me sinto em paz
Hoje meu poema não é só um a mais
Hoje o dia valeu a pena
Hoje o sorriso estampou minha casa pequena

Entao assim me despeço
Muito contente confesso,
e já que a dona é esta que voz fala
podera usar uma frase sua descrevendo a personagem ousada
Amanha tem mais
porque eu sou poeta
porque eu sou demais
Por isso que amanha tem mais!!!!

Suelen Mônaco
Enviado por Suelen Mônaco em 08/10/2006
Código do texto: T259759
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Suelen Mônaco
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 34 anos
82 textos (10765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:33)
Suelen Mônaco