Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
I CONCURSO INTERNACIONAL DE POETRIX - 2000
RESULTADO
 



PRIMEIRO LUGAR: FLOR SECA
flor seca
entre páginas de poesias
ya es también poema

ENRIQUE ANDERSON
BUENOS AIRES - ARGENTINA 



SEGUNDO LUGAR: MORTE

manhã, tarde, noite
passou o dia, a vida
foice

REGINA BENITEZ
CURITIBA – PARANÁ - BRASIL



TERCEIRO LUGAR: SILÊNCIO

sacrifício necessário
quando a palavra ataca
do sábio, a maior arma

FÁTIMA S. RODRIGUES
BELO HORIZONTE - MG - BRASIL



QUARTO LUGAR: EXHUMACIÓN DEL SOL

minucioso eslabón de una cadena,
septiembre te sangraba entre las manos,
para exhumar el sol todos los días.

HAYDÉE URSINO
BUENOS AIRES - ARGENTINA



QUINTO LUGAR: DEMASIADUMANO

eu genomo
tu genomas
nós tememos

MURILLO FALANGOLA
SALVADOR - BA - BRASIL



SEXTO LUGAR: BRINCANDO DE ESFINGE

brincando de esfinge
tu me decifras
eu te devoro

ELIAKIN RUFINO
BOA VISTA - RO - BRASIL



SÉTIMO LUGAR: MI ALMA

es una puerta,
la abro...
salen mariposas versificadas.

JUAN CARLOS SANCHEZ
CARACAS - VENEZUELA



OITAVO LUGAR

juegos de cajones. huérfanos huesos con aliento rojo.
intermitente anuncio de las leys secretas.
un tejido circular raspa el cuerpo.

PATRÍCIA FACCHINI
BUENOS AIRES - ARGENTINA



NONO LUGAR: LUGAR DE DINOSAUROS

(este poetrix permite dupla leitura)

millóns de anos despois
encallamos na prehistoria
ruidosamente

ou


ruidosamente
encallamos na prehistoria
millóns de anos despois

RAFA VILLAR
GALIZA - ESPANHA



DÉCIMO LUGAR
(cinco poetrix empataram nesta colocação)


LA VIDA

a veces la vida se va en una mirada y no regresa
a veces es un pájaro en la brisa que extiende sus alas
y sin embargo, no vuela

MARIA JOSÉ BERTUCCI
BUENOS AIRES – ARGENTINA



PALAVRAS

as palavras abrem
como lâminas na carne
profundas feridas. 

ANTONIO CESAR RIBEIRO
ENÉAS MARQUES – PR – BRASIL 



RÉQUIEM

tambores não serão tocados
se um dia tudo se acabar
nem memória seremos mais. 

THEREZINHA A. MELLO
FARTURA – SP - BRASIL 



RETALHOS AO VENTO

retalhos ao vento
personagens esquecidas
no varal do tempo 

MARIA G. KOLOMBROWSKY
SÃO PAULO – SP - BRASIL



NO SUPE

no supe cuanto te amaba
hasta que descubri tu ausencia
en los pliegues de mi sabana

MARTA MILESI
BUENOS AIRES - ARGENTINA

Movimento Poetrix
Enviado por Movimento Poetrix em 25/11/2006
Reeditado em 21/04/2011
Código do texto: T300847
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (AOS AUTORES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Movimento Poetrix
Salvador - Bahia - Brasil, 51 anos
90 textos (61573 leituras)
8 e-livros (3492 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:54)
Movimento Poetrix

Site do Escritor