Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESILUSÃO


I
A democracia
É um quadro vermelho
Pintado de azul
Exposto em sala sombria.

II
Os amigos,
Sementes transgênitas
Que germinam em solo cotidiano
E fenecem no caos urbano.

III
Os filhos,
Vultos no espelho
Que nos assombra, nos desgoverna, nos envaidece
E não nos deixa esquecer que o tempo passou.

IV
A boemia,
Uma amante infiel
Espalhafatosa, depravada e repressora,
Mas de cumplicidade espartana.

V
A Poesia,
Uma paixão doentia
Que se nutri de amor platônico
E se embriaga de solidão.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 29/07/2005
Código do texto: T38639
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:23)
Antonio Virgilio Andrade