Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OSCILANTE

VAGAS ONDAS CHEGAM
LAMBEM O SAL DO CORPO,
DESPEM E DESPEDEM...
E VAGAS SEMPRE, SEMPRE.
CARINHOS MANSOS, NUNCA DEMORADOS
RASGAM O VÉU DA NOITE NUM SOPRO DE BRISA
DE SONHOS E DE ADEUS.
VAGAS ONDAS DO MAR,
VAGAS LEMBRANÇAS,
OCEÂNICO TEMPO...
VAGUEAMOS EM AMAR.
Laura Duque
Enviado por Laura Duque em 07/12/2005
Código do texto: T82226
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Duque
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
294 textos (23187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:31)
Laura Duque