Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VIDA DE UM POEMA



das entranhas deixamos nascer um poema
 a sensibilidade da alma se faz visível
regando, adubando ,libertando...

e quando cria asas,percorre mundos
 trocando de mãos
remando lagoas,oceanos
abraçando aflitos
chorando dores
amando amores

e caminha, sem perder caminhos
mesmo que sejam desertos
pântanos ou abismos
com rasgos de ternuras
macias,suaves letras vai a todos tocando

muitas vezes, delirantemente feliz
arrebatando sensualidade e paixões
dançando nas sinuosas sombras
teclando pianos,harpas ,violinos
voando infinitas orquestras
ou sangrando aflitivas emoções

e o poema vai amadurecendo
o poeta envelhecendo
e a poesia sempre,sempre renascendo
conquistado paraísos
sem pátria
no seu berço-mundo!
_______________
JF/MG-28/01/06-12h
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 28/01/2006
Código do texto: T105012
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3341 textos (90993 leituras)
6 e-livros (224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:47)
Maria Thereza Neves