Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Texto lindo da minha amiga Eliana Braga,
 carinhosamente conhecida por  Gaivot@

QUANTAS VEZES
Eliana Braga - Gaivot@

Quantas vezes...



Quantas vezes fui ao mar...

Quantas vezes te busquei..

Resolvi não mais te esperar

E por fim, despertei.



Outrora o silêncio das noites

Tinha pra mim som de cantiga

Bastava olhar para o céu

Pra sentir tua mão amiga



Hoje já me fiz descrente

Esquecer e seguir em frente

Deixar a mágoa doída,

Sair pra viver a vida!



Não mais teus olhos serenos

Não mais teu calor em mim

Não tenho mais tempo a perder

Preciso cuidar de mim!



Caso um dia resolvas voltar,

Não ousas me procurar

Pois de nada vai adiantar

Tuas histórias a mim vir contar



Quantas vezes fui ao Mar...

Quantas vezes te busquei...

Tantas vezes fui lá chorar.

Quantos dias te almejei...



Sinceramente e de coração

Meu amor por ti, ainda existe

Mas sei que nehuma paixão

A tanta ingratidão resiste



Seguirei o meu caminho

Seguirei a minha estrela

Nela construirei novo ninho

E serei feliz com certeza



De uma coisa já estou certa

De pouco valeu a pena

Ficou apenas a lembrança

Do meu amor de pequena



Muitos anos se passaram

Do meu tempo de menina

Doces recordações ficaram

Do soldado e da bailarina



Lavo meu rosto no mar

Água salgada combina

Com as lágrimas derramadas

Finalizando esta rima



Hoje eu voltei para o Mar

Lembrei com o coração partido

Que um dia pude jurar

Que um anjo havia caído



Quantas vezes fui ao Mar...

Foram tantas que nem sei

Hoje eu venho ver o mar

Só que agora, Acordei!



Eliana Braga

Gaivot@

23:23 hs

Cps/SP



Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 22/02/2006
Código do texto: T115106

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313612 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:04)
Evaldo da Veiga