Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A mulher

A mulher

Quando as cordas que amarram as estruturas de madeiras forem quebradas.
E forem derribados os aços juntos as fortes colunas de concretos, e
as nuvens num sopro de fogo caírem em blocos e pedaços.

Surgirá no céu uma mantilha branca refletido de luz
Com vários furos banhados em sangue.
Ficara bem no alto o símbolo da grandeza e luz
Aquele que venceu me espera.

Naquele momento deixarei este corpo corrompido
Para ser transformado em ser eterno
Nada mais neste mundo poderá me atingir
Viverei do alimento perene

Flutuarei nada mais me prenderá
Deixarei agonia, aflição, moléstias e não me lembrarei mais.
Sob um prisma de luz serei arrebatado
Para um novo habitar de luz e felicidade.


http://carlosdonizeti.blogspot.com

   
 


Comendador Carlos Donizeti
Enviado por Comendador Carlos Donizeti em 01/03/2006
Código do texto: T117464
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Comendador Carlos Donizeti
Hortolândia - São Paulo - Brasil, 58 anos
135 textos (4269 leituras)
12 áudios (448 audições)
6 e-livros (568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:45)
Comendador Carlos Donizeti