Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tormento.

 
Tormento.
 
 
Delasnieve Daspet
 
E quando a brisa se torna mais forte
Recordo o perfume de teu corpo
Que me chega pelo ar da noite
Balançando as folhas do ipê.
 
E lembro ainda
O cabelo espalhado no travesseiro,
A mão dardejando em meu corpo.
A boca, tão acessível em suas horas de amor,
Tão quente e tão macia...
Agora embrutecida, crestada!
 
O perfume da flor de laranjeira
Toma conta de meus sentidos,
Trazendo no aroma a solidão.
 
Busquei um amor em estado bruto,
Profano e violento no sentir,
Azedei o sonho.
 
Restou-me a saudade de algo
Há tão longo tempo perdido...
Veredito:  os sonhos foram culpados!
__31-07-2002 - 23,00 hs
Campo Grande MS
 
 
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 03/03/2006
Código do texto: T118353
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:26)
Delasnieve Daspet