Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTRELINHAS DO COTIDIANO


Como decifrar o tempo suspenso? Aquele instante esmagado nas espirais de um momento que se estende no silêncio. Antes devorá-lo na voracidade das horas, percebê-lo reticente e dominá-lo com uma pontuação rígida. Mas perco a ação ao esperar uma conta que não chega, ao falar sem ter mais o que dizer, ao apertar os braços para sustentar e sufocar o enorme vazio deixado pela dispersão do pensamento, ao tentar corromper o relógio para me libertar das obrigações cotidianas...
Helena Sut
Enviado por Helena Sut em 10/03/2006
Código do texto: T121356
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Sut
Curitiba - Paraná - Brasil, 47 anos
614 textos (790234 leituras)
2 áudios (1258 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:19)
Helena Sut

Site do Escritor