Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Se deseja caminhar sozinho, vá.

Nada e ninguém poderá lhe impedir.

A vida é sua e a estrada é democrática.

Todos podem andar por ela livremente.

O rumo é o seu desejo.

O vento que varre a estrada irá sempre refrescar o calor da sua busca.

Vá, mas leve um agasalho. Pode esfriar e você  precisará dele para enganar o frio.

Leve também um guarda-chuva. Pode chover forte e você corre o risco de pegar uma pneumonia.

Mas, vá.

Não tenha medo. Não desanime.

Quando a noite chegar, deixe-se banhar pelo brilho das estrelas. Elas irão iluminar os seus sonhos e nortear o seu caminho.

Em dias de sol, aproveite para absorver o seu calor, armazenando-o para a realização de fecundas experiências.

As tormentas virão muitas vezes e mudarão a sua direção, mas vá.

A sua inquietação lhe move para a sua própria transformação.

Olhos e ouvidos atentos para  as oportunidades no que busca, elas poderão estar do seu lado.

Seja o paladino de sua própria vontade.

Seja o comandante do navio de sua vida.

Se errar o caminho, comece de novo, e de novo, e de novo, quantas vezes forem necessárias;

MAS VÁ.












Rosa Berg
Enviado por Rosa Berg em 11/03/2006
Reeditado em 13/01/2010
Código do texto: T121733

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Berg
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
509 textos (71923 leituras)
30 áudios (5857 audições)
2 e-livros (2212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:18)
Rosa Berg